terça-feira, janeiro 18, 2005

perito moreno - o magnífico

Pessoal, saudaçoes! Cá estamos em El calafate. passamos por Torres Del Paine, um parque maravilhoso com suas torres altas, geladas, imponentes. O parque é muito grande, com passeios lindos para fazer. Dormimos em acampamento, noite de ventos fortes. Nunca me deparei com ventos tao velozes como em Torres Del Paine. Em um momento dentro do carro. Eu e as crianças. o vento era tao forte que o carro balançava. Sofia e Lourenço entraram em pânico!
-Nao queremos ficar aqui! temos medo!
Logo depois, abri duas portas ao mesmo tempo, criando um corredor de vento, o que fez voar várias coisas. casacos, brinquedos, um forrobodó geral. Lourenço gritava: meu casaquinho verde, o vento vai levar embora! Saímos eu , Sofia e Rogério correndo atrás das coisas. Uma cena!
O vento é muito forte por aqui.

Mas tudo ficou bem com a beleza que está nos rodeando todos os dias. E as torres... tivemos o previlégio de vê-las contra luz do céu, azul azul... isto durou umas 3 horas. Logo depois as nuvens tomaram conta e tudo ficou encoberto.

Lá dentro do parque visitamos o lago Grey. Novamente ventos fortíssimos. Mas fizemos todo o passeio bravamente. Fomos até o miradouro. Este lago é algo inusitado. as águas do lago têm a cor da limonada suíça. Os ventos sao tao fortes que fazem ondas altas que quebram na praia de pedras redondas nos remetendo ao mar. Nele estao icebergs azuis, soltos aqui e acolá, com formas belíssimas que nos deixaram surpresos. Caminhamos contra o vento que nos derrubava no chao, jogava pedrinhas miúdas no nosso rosto. Ficamos exaustos de tanto lutar com ele. mas sempre encantados com o que víamos e sentíamos.

No mais, o parque todo tem um cenário belíssimo. montanhas altas, geladas, rios de pedras, lagos de degelo, flores rasteiras, bichinhos passando, a natureza em estado puro. pessoas andando, passando para lá e para cá, com suas mochilas enormes e o que é mais interessante: pessoas idosas, cabeças branquinhas... muitas, mas muitas!

Seguimos para El Calate, onde estamos agora. Ontem vimos o Perito Moreno. Nao sei se consigo falar dele. É algo que só se vê aqui. Gelos monumentais, azuis. E novamente demos a sorte de pegá-lo em um dia de sol, o que dizem que é difícil. Tiramos milhares de fotos, mas acho que nao se tem a dimensao de toda a beleza. Ficamos alí horas sentados olhando para tudo aquilo, boquiabertos. Sofia nao cansava de dizer: que lindo, eu nunca vi uma coisa tao linda! Sobre o Perito, nao consigo ainda palavras que traduzam bem. Acho que nao as tenho em maos por agora. talvez como Flavinha disse no email, temos que deixar sedimentar esta paisagem. Talvez assim conseguirei palavras para falar sobre este lugar.

Pensamos em você Beto, já que no pediu um alô daqui. Sofia e Lourenço vao dizer: " Beto, nao me lembro bem de você, mas escutamos sempre revista do samba na viagem. E queria escutar o seu próximo disco. Manda um beijo para a Letícia. O perito Moreno é maravilhoso. Acho que nunca vi coisa mais bonita. Agora vou brincar com o lô. Lá fora está fazendo um sol lindo e já sao 21:00. Beijos."

Como Sofia disse, lá fora está um sol lindo. Luz baixa, sombras longas, vento suave, pessoas passando, gente de todo o mundo.

Amanha vamos para El Chaiten, onde acho que veremos mais e mais belezas. Depois Ruta 40 e Carretera Austral.

Mandamos notícias!

Adriana.

2 comentários:

Diniz & Isabel disse...

Oi moçada. Nosso encantamento é cada vez maior acompanhando-os nessas peripécias. Pelo que estamos lendo nos blog e nas revistas para ver alguma paisagem, estamos até sentindo o vento forte no rosto e o frio penetrando na roupa. Rogério, li em uma revista que a rota Austral foi construída pelo exército chileno e margeia grandes montanhas.Vá com cuidado. Já estamos com vontade de ver as fotos. Continuem com Deus. Beijos de seus pais Isabel e Diniz

Gustavo disse...

Ei vocês... quanta saudade!!! Tenho acompanhado emocionada todas as mensagens maravilhosas da viagem. Estou encantada com as descrições dos lugares, das paisagens, da beleza. Sinto daqui, de longe, a energia de vocês (boa, limpa, leve - como sempre). Estou encantada também com as mensagens da Sofia e do Lourenço - que não vejo há dois anos e que percebo mais maduros e bem felizes. Estou seriamente com saudades: acho bom nos encontrarmos este ano!!!

Bom, fico por aqui esperando mais notícias... Beijos bem estalados...
Tati